#b-navbar { display: none; }

quarta-feira, janeiro 17, 2018

Há dias que atravessamos deitados numa cama demasiado ampla para um só sonhador, completamente despertos, de rosto confundido entre os cobertores, de corpo engessado, de futuro fracturado. Dói-nos tudo, tudo e mais alguma coisa, mas se nos perguntassem, responderíamos “nada em particular”. E é verdade


Bénédicte Houart




 photo annettepehrsson.jpg

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home