#b-navbar { display: none; }

sábado, novembro 05, 2016

FORTRESS OF SOLITUDE



deixarias a chave no hall sem nunca mais te preocupares em teres um local secreto. imagina o sono. o acordar. usaria a chave para pequenas habilidades quotidianas. sempre seguros, nunca mais alerta. o mundo em implosão lá fora. mas a gaveta verde fechada com livros de petrologia. e a vida perigosa apenas nas arestas. imagina o relógio. a balança. o sono. os caminhos já não serem estreitos.




Sandra Andrade




jen davis 33

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home