#b-navbar { display: none; }

quinta-feira, junho 06, 2013


Mais uma manhã sem cor
uma manhã inexausta cheia
como um marmelo,
como a romã de Deus,
uma manhã com cheiro a fetos
e a cavalgadas nos bosques,
mas não haverá nem fetos
nem cavalos irrompendo na luz,
esta doce manhã
trará no rosto a marca
das minhas decadências...





Alda Merini



 photo AinoKannisto2-1.jpg

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home