#b-navbar { display: none; }

quinta-feira, janeiro 03, 2013

Chegou a altura de encontrar um lugar
para estar em silêncio um com o outro.
Tagarelei sem fim
em salas de professores, corredores, restaurantes.
Quando não estás perto
desenrolo conversas na cabeça.
Até este poema
tem quarenta e nove palavras a mais.






Eunice de Souza




Photobucket

1 Comments:

Blogger dowhile said...

Tudo é essencial, na altura certa. O silêncio, as palavras cirúrgicas e a tagarelice. A dificuldade está em definir alturas certas. As nossas e as dos outros. Para mim, esta é a altura certa para dizer isto. Mesmo que não tenha dito nada de especial e tenha escrito umas quantas palavras a mais (ou a menos). Para os outros, pode não ser. Se definir a nossa altura certa nem sempre é fácil, saber a altura certa dos outros é, por vezes, uma tarefa quase impossível.

Dito isto, acho que esse texto tem, pelo menos, quarenta e duas palavras essenciais.

PS - Custou, mas consegui provar que não sou um robô. Eis um exemplo de como números e palavras sem nexo e sem qualquer ligação aparente se tornam, num determinado contexto, essenciais para alguma coisa.

3/1/13 09:49  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home