#b-navbar { display: none; }

terça-feira, junho 12, 2012

Não consigo ver o teu rosto.
Quando penso em ti,
São as tuas mãos que vejo.
As tuas mãos
Cosendo,
Segurando num livro,
Descansando por um momento à soleira da janela,
Os meus olhos conservam sempre a visão das tuas mãos,
Mas o meu coração guarda o som da tua voz,
E o suave brilho que é a tua alma.


 Amy Lowell


Photobucket

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home