#b-navbar { display: none; }

quinta-feira, novembro 03, 2011

As casas habitadas são belas
se parecem ainda uma casa vazia
Sem a pretensão de ocupá-las
tornam-se ténues disposições
os sinais da nossa presença:
um livro
a roupa que chegou da lavandaria
por arrumar em cima da cama
o modo como toda a tarde a luz foi
entregue ao seu silêncio

Em certos dias, nem sabemos porquê
sentimo-nos estranhamente perto
daquelas coisas que buscamos muito
e continuam, no entanto, perdidas
dentro da nossa casa.




José Tolentino Mendonça




Photobucket

2 Comments:

Blogger gonçal∅ incendiàrio said...

: )

3/11/11 02:53  
Blogger ... a cada instante ... said...

A casa é também o lugar onde morremos aos poucos.

Abraço.

16/11/11 22:33  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home