#b-navbar { display: none; }

quarta-feira, junho 01, 2011

às quatro da manhã raramente
está aqui alguém, só de passagem.
eu, pelo contrário, gosto de sentar-me
porque o meio da madrugada vai bem
com estas pedras e estes sentimentos

mesmo que me recordes o resto
da noite, aqui perto, por ali,
entre os corpos organizados e
disponíveis, a língua e a conversa
decorada, essa memória
não chega. Nem tu

a meu lado sobrevives à
solidão deste lugar.



Pedro Santo Tirso
(n'a sul de nenhum norte)





Photobucket

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home