#b-navbar { display: none; }

sexta-feira, fevereiro 05, 2010

A verdade, por muito que nos custe,
é que nunca houve ninguém
por detrás da janela
do ponto mais alto da montanha.

Se é que podemos falar
de montanha, da janela onde
por vezes chegavam,
os sinos indolentes do amor,
na sua claríssima estranheza.

E as coisas que nos matam,
incendeiam-se,
cansadas de esperar por outro dia.




Manuel de Freitas




Photobucket

5 Comments:

Blogger QuemSouEu said...

Há algo nas fotografias que usas no teu post que me fascina. E sempre que olho para essas mesmas fotografias lembro-me do blog feaverish photography

Não sei se conheces mas, se não conheces, acredito que vais gostar.

5/2/10 15:32  
Blogger Frioleiras said...

fascina TUDO.... nestes posts............

7/2/10 01:21  
Blogger sem-se-ver said...

exactly

7/2/10 13:59  
Blogger bruno said...

muito bom, isto.
beijinho.

8/2/10 02:07  
Blogger lebredoarrozal said...

obrigada:)

quem sou eu, esse blog é excelente

9/2/10 00:33  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home