#b-navbar { display: none; }

quarta-feira, agosto 26, 2009

A primeira vez que entrei num poema não fechei a porta.
O poema apanhou tudo. Nunca mais pude sair





Vasco Gato




Photobucket

5 Comments:

Blogger menino mau said...

fantástico!!!

26/8/09 04:23  
Blogger Filipa Júlio said...

gosto muito, muito.

26/8/09 11:54  
Blogger T.H. said...

vi a porta aberta. entrei. espero não incomodar

27/8/09 01:11  
Anonymous acoldzero said...

andas com ela afiada! carambas!

27/8/09 17:28  
Blogger comboio turbulento said...

este gato de nome vasco sabe-a toda:) Lindo!!

27/8/09 23:07  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home