#b-navbar { display: none; }

quinta-feira, janeiro 22, 2009

Vou-me sentar aqui, respirar até doer
as coisas possíveis nunca reais,
aprender, nó a nó, como te soltas;
Vamos cair num poço, sem
bússola e pára-quedas, vamos ser o primeiro
amor a dois no mundo.




António Franco Alexandre




Photobucket

3 Comments:

Blogger nuvem_preta said...

gosto tanto do antónio franco alexandre e a foto está lindíssima :)

22/1/09 14:04  
Blogger AnaMar (pseudónimo) said...

...mas há mais que um amor a dois no mundo...felizmente há muitos.

A foto, belíssima.

22/1/09 22:22  
Blogger lebredoarrozal said...

:)

23/1/09 01:08  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home