#b-navbar { display: none; }

quinta-feira, novembro 06, 2008

para devolver ao corpo dias antigos
há quem olhe para a pele e leia mapas
nas linhas das rugas
só então percebe que o corpo
tem a presença da melancolia

se te prendi foram lentos os dias onde me perdi das estações
agora esperam-me as primeiras chuvas

e tu não entendes que a tua imagem está
presa nos limites das minhas palavras

explico-te então as repetições onde lentamente
envelheci no teu corpo




maria sousa




Photobucket

4 Comments:

Anonymous acoldzero said...

e diz ela que não se sente poetisa.. oh dear god! * :) mas pronto, ainda que não o sintas, que continues a sê-lo tanto quanto o és ou sempre mais. é sempre possivel roubar um bocadinho de mim numa outra entrelinha deixada aqui ou ali, ou por vezes numa imagem que ilustra uma ideia. como um nu outonal, ardente, fragmentado num espelho à procura de respostas a perguntas que tem medo de colocar. enfim... só para dizer que isto às vezes não és só tu por aqui... (axo k já te tinha algo do género, mas às vezes são surreais os pontos onde me reencontro quando aqui venho)

PS- Ainda não arranjei 'A Criatura', mas quero tratar disso entretanto.
PS2- Em relação à mensagem que deixaste no meu blog, e visto teres dito que não és muito dada a Spaces, venho por este meio comunicar: pedido aceite. deixei-te lá mensagem com resposta e com mail.

6/11/08 02:57  
Anonymous Anónimo said...

Estás a escrever muito bem. Não dás hipóteses de se variar no elogio...

(um dia vais acordar e sentir que tens mesmo uma carreira; tens mais fãs que a maioria dos poetas
editados.)

6/11/08 13:56  
Blogger angela said...

mapas na pele,
que sempre descubro
com as tuas palavras

***

6/11/08 19:01  
Blogger marta said...

genial!

12/11/08 11:18  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home