#b-navbar { display: none; }

terça-feira, outubro 28, 2008

tradução caseira da lebre



a vida brinca na praça
com o ser que nunca fui

e aqui estou

dança pensamento
na corda do meu sorriso

e todos dizem que isto passou e é
vai passando
vai passando
o meu coração abre a janela

vida aqui estou

a minha vida
o meu sangue só e hirto
fere no mundo

mas quero saber-me viva
mas não quero falar
de morte
nem das suas estranhas mãos



Alejandra Pizarnik



Photobucket

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home