#b-navbar { display: none; }

quinta-feira, abril 03, 2008

Opressão


O meu coração está carregado, carregado.

Vou até à varanda, os meus dedos afagam
a pele tensa da noite.
As luzes da comunicação apagaram-se,
as luzes da comunicação apagaram-se.

Ninguém me levará ao sol
ou me apresentará o carnaval dos pardais.


Relembra o voo:
o pássaro em si é mortal.




Forugh Farrokhzad



Photobucket

1 Comments:

Blogger miguel. said...

belíssimo poema… e cá continuamos à espera de mais uma grande poeta…

3/4/08 04:00  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home