#b-navbar { display: none; }

quinta-feira, dezembro 06, 2007

Minto-me. Sou um rasgo de impudor.
Represa vazia, muita água. Está
a começar a esquecer-me, diz-me
que o esqueça, que
esqueça todo o dia, o longo dia,
por isso penso: esquece.
Lenço rasgado, uma algibeira, uma gare
de comboios vários em que
alguém chora. Ainda bem
que não sou eu a que amontoa
gotículas de constituição salina na cara.
Eu esqueço.


Concha García


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

2 Comments:

Blogger menina tóxica said...

oh. já não bastavam os dois poemas lindos em baixo que não conhecia (nem poemas, nem autores), mais este :) tão lindo e que vai tão bem com o meu dia de hoje. *

6/12/07 20:37  
Blogger lebredoarrozal said...

ainda bem que gostaste:)*

7/12/07 03:18  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home