#b-navbar { display: none; }

quinta-feira, setembro 20, 2007

O que é certo é que gostei de ti.
O resto não: se exististe,
e se assim foi, qual a cor dos olhos, ora verdes
ora cinzentos, deles levantou-se uma vez
um bando de andorinhas. Quais. As rápidas,
as que não andam, as que se amam no ar.
Como foi. Ficaste doente
ou coisa assim, levaram-te, muito se passou,
acho que ia ter outro filho e esqueci-me de ti
até ouvir-te, esta noite, a horas impossíveis,
vem comigo, é tempo. Larga tudo e sai,
espero por ti ao pé da cancela.
Mas cheguei lá e o trinco
estava solto, batia ao vento
contra o poste, fechei-o, voltei para trás,
a pensar em ti, que estiveste lá,
sabe-o Deus, que abriste a cancela,
que gostei de ti e também
que a porta não encaixava bem.



Eva Gerlach



Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

7 Comments:

Blogger Marta said...

lebre, gostei muito deste poema...não a conhecia...
e o que é certo é que tu tens sempre surpresas que me trazem aqui, sempre com a certeza de que vou ser surpreendida.

20/9/07 11:02  
Blogger ana said...

este poema é de facto muito bonito. vou guardá-lo.

20/9/07 13:39  
Blogger Tó Gomes said...

Fez me lembrar do filme pecados intimo...

20/9/07 16:40  
Blogger Cometa 2000 said...

como a imagem, belíssimo texto.

20/9/07 17:57  
Blogger menina limão said...

oh este poema fez-me mal. mas depois um scrollzito, imagem vista, sorriso rasgado.

;)

21/9/07 00:14  
Blogger marta said...

lebre: ontem lembrei-me de ti de pois de colocar este post- http://o-sabor-da-cereja.blogspot.com/2007/09/will-you-sing-to-me-tonight-and-i-feel.html# - e de um dia cheio do "closing time"

abraço

21/9/07 12:09  
Blogger marta said...

http://o-sabor-da-cereja.blogspot.com/2007/09/will-you-sing-to-me-tonight-
and-i-feel.html#

este é o post :) ... I love unckle tom

21/9/07 12:10  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home