#b-navbar { display: none; }

quinta-feira, fevereiro 08, 2007

Dá-me chuva
como mãos vivas
ou passa-me
o instante
na ponta de uma faca
eu fico aberta.




Pia Tafdrup



Photobucket - Video and Image Hosting

3 Comments:

Blogger menina limão said...

oh mais um poema fantástico.
que belo post.

8/2/07 15:44  
Blogger lebredoarrozal said...

obrigada:)

12/2/07 02:26  
Blogger Pedro. said...

também tenho essa preciosidade e lembro-me que os versos em que mais tropecei foram estes mesmos, que tive de partilhar imediatamente escrevendo uma mensagem para o telemóvel de alguém merecedor. as cumplicidades estão cheias de coincidências :)

12/2/07 03:40  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home