#b-navbar { display: none; }

domingo, setembro 03, 2006

Que construção é mais sólida, se aguentou
mais tempo. E quantos mais aí moram, menos se
a consegue abandonar. Para onde. Anseia-se
por uma casa de Verão sem um fogão e sem
história. Estou aqui porque estou aqui.

Esta noite estive acordada, fazia vento, chuvas
fustigavam o castanheiro, enquanto já vinha o dia,
a noite não tinha trazido paz. Eu sabia
como eram as coisas, fui dormir e acordei
numa manhã de silêncio, lívida de tristeza.

Não se pode continuar com lamúrias. As ameixas
baqueiam podres das árvores, no frio
quintal as cores envelhecem velozes. Experimentar
tudo sem anestesia, pôr a postos as panelas e
o açúcar, gerir os arquivos, guardar os cacos.


Anna Enquist


Photobucket - Video and Image Hosting

3 Comments:

Blogger margarete said...

gosto muito :)

3/9/06 22:37  
Blogger margarete said...

" Experimentar
tudo sem anestesia, pôr a postos as panelas e
o açúcar, gerir os arquivos, guardar os cacos."

:)

3/9/06 22:37  
Blogger marta said...

acho que no outro dia me senti assim.

4/9/06 12:22  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home