#b-navbar { display: none; }

segunda-feira, julho 17, 2006

Mas tu nunca vinhas com a noite
E eu sentada com casaco de estrelas.

Quando batiam à porta
Era o meu próprio coração.

Agora pendurado em todas as ombreiras,
Também na tua porta;

Entre touros rosa-de-fogo a extinguir-se
No castanho da grinalda.

Tingi-te o céu cor de amora
Com o sangue do meu coraçção.

Mas tu nunca vinhas com a noite
E eu de pé com sapatos dourados.

Else Lasker-Schuler


Photobucket - Video and Image Hosting

1 Comments:

Blogger margarete said...

heee, que bonito!

(quero um casaco de estrelas)

17/7/06 11:24  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home