#b-navbar { display: none; }

terça-feira, maio 23, 2006

um dia a noite há-de dizer-te
como o amor escrevia no meu corpo

lá fora o meu desejo assassina o mundo
a noite não existe porque a deixaste
no movimento de pedra dos meus braços

daqui onde estou quem te era
não se vê nada do amor

Pedro Sena-Lino


Photobucket - Video and Image Hosting

4 Comments:

Blogger margarete said...

esta foto é brutal. brutal!

23/5/06 12:57  
Anonymous Anónimo said...

brutal e mediocre... esperava melhor.

24/5/06 16:30  
Blogger margarete said...

é quando criamos expectativas que corremos o risco de sofrer desilusões

esse comentário soa-me ao tipo de pressuposto "gosto que as pessoas me surpreendam"

24/5/06 20:24  
Anonymous Anónimo said...

Partir do nada não significa que aceitemos toda a merda que existe no mundo mas, na realidade, cada um sabe de si e apenas uma nota impera
"livre arbítrio"
cara margarete!

31/5/06 19:21  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home