#b-navbar { display: none; }

sexta-feira, dezembro 30, 2005

os pedaços de noite colados ao sorriso
são sons a olhar para dentro

sensação de respirar ausências

quando as palavras te morrem nos lábios
fica um hálito frio de poemas a ruir
na distância de um percurso traçado a pó


eue


Image hosted by Photobucket.com

6 Comments:

Blogger pedro l. said...

assim, sim :)


respirar em falso.

30/12/05 07:25  
Blogger Luis said...

Grande lebre.

30/12/05 10:15  
Blogger João Villalobos said...

O poema é tristinho, hem? Toca mas é a viver a eternidade, all at once :)
E um feliz e nada "poeirento" 2006

30/12/05 11:27  
Anonymous Anónimo said...

______________

Tm

30/12/05 15:39  
Anonymous Alice said...

A destruição é necessária...
No 'caminho' para a longa construção!

Bom 2006!

Alice, esta agora aqui.

30/12/05 16:36  
Blogger zazie said...

um feliz 2006 sua lebre mailinda!

beijocas

30/12/05 17:07  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home