#b-navbar { display: none; }

sexta-feira, dezembro 16, 2005

A calma de uma árvore que reluz, nas suas folhas íntimas, o langor do gatos como príncipes, um livro lido ao som de uma confidência, na tarde.
Os minutos de uma espera são, por vezes, a vida.

Mário Rui de Oliveira


Image hosted by Photobucket.com

7 Comments:

Blogger Amélia said...

bela foto da lebre leitora-belo p'oema.Bom Natal, amiga!

16/12/05 12:35  
Anonymous leprechaun said...

LLLOOOLLL!!!!!! :)))

Fantástico, ó lebre do arrozal...

...mai-lo arrozal da lebre!!! :D

Mas que nick fabuloso que me põe todo gozoso! ;)

E essa foto... incrível!... em ti é tudo risível...

...e de mim... me rio assim!!! :))

Gato por lebre num tempo breve...

leprechaun

(...a sério ninguém me leve! ;))

17/12/05 01:17  
Blogger RAA said...

Sem dúvida, uma bela conjugação imagem/poema.

17/12/05 02:26  
Anonymous PardalSuado said...

apanhem-se 20 lebres e vamos fazer um arrozinho delas :)

17/12/05 14:59  
Blogger João Villalobos said...

A lebre é melancólica...mas há na melancolia dela uma enorme beleza que, a cores ou a p/b, redime o cinzento da nostalgia. :)

19/12/05 15:43  
Blogger lebredoarrozal said...

obrigada joão:)

19/12/05 22:46  
Anonymous Anónimo said...

I have been looking for sites like this for a long time. Thank you!
» » »

3/10/06 13:02  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home