#b-navbar { display: none; }

quinta-feira, outubro 13, 2005

Remorso

Durante a leitura nocturna
descia, às vezes, as escadas
e procurava no escuro, dentro
de um cesto, uma forma
redonda. Na quadra iluminada
do quarto, mordia depois a maçã
vermelha escura. Era enorme o ruído
dos dentes, no silêncio dessa hora
tardia e irremediável a culpa
de ter destruído aquela polpa húmida
de onde pendia o descarnado pé
no íntimo saber de pequenas sementes
que podia perfeitamente
ter apodrecido em paz.

Inês Lourenço.


Image hosted by Photobucket.com

2 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Olá! Já estava com saudades disto! Tanta beleza! Beijinhos da www.heliosfera.blogger.com.br

13/10/05 20:43  
Blogger lebredoarrozal said...

obrigada:)
olha que o teu nao fica atrás:)

14/10/05 04:19  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home