#b-navbar { display: none; }

quarta-feira, outubro 26, 2005

Há só tu dei-te o que não tinha
assistimos juntos à andorinha
desfiz-me em pedaços de ternura
quando a tua mão tocou a minha

quero lá saber do eu
ainda querer saber
de alguma coisa
parecida com a nossa
diferente da tua

a frase que aqui falta
é de vez em quando
se não te importas
dares pela minha falta


Joaquim Castro Caldas


Image hosted by Photobucket.com

2 Comments:

Blogger picalima said...

o que os blogs têm de extraordinário é que de repente encontramos um estranho que nos mostra o seu caminho, as suas descobertas, o seu íntimo olhar, o seu espanto de exisitir... há tantos caminhos como os da Alice, há todos os caminhos, cada um com todas as dimensões. descobri o teu agora agora e não tenho parado de espreitar mundos que, tranquilamente confesso, nunca tinha avistado. hoje nem era um dia bom, nessa medida que os dias às vezes têm de parecer que não têm nada. mas acabei por achar um lugar onde me sinto bem.

vou mandar uma Alice para o teu email.

26/10/05 23:00  
Blogger lebredoarrozal said...

obrigada, é bom saber que há pessoas que se sentem bem no meu mundinho

27/10/05 01:00  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home