#b-navbar { display: none; }

sexta-feira, agosto 19, 2005

o que ali estava invisível (sim, sim o chapeleiro conhece-me muito bem)

Traços que me agradam especialmente…

Os traços que me agradam especialmente na cara de alguém, continuam a deliciar-me por mais vezes que veja essa pessoa. Com os quadros acontece o contrário. Se os vejo muito, já não me atraem.
Nem sequer olho para as pinturas do biombo que está ao lado do meu banco habitual.
Há algo fascinante nas caras bonitas. Ainda que um vaso ou um leque sejam feios, há sempre neles uma parte que podemos admirar com prazer. Seria de esperar que isto se aplicasse às caras, mas, não, nada pode salvar uma cara feia.


Sei Shonagon
(mais uma traduçao caseira da lebre)

Image hosted by Photobucket.com

1 Comments:

Blogger lebredoarrozal said...

aviso: a lebre não concorda de todo com a ultima parte do texto da sei shonagon:)

22/8/05 03:15  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home