#b-navbar { display: none; }

quinta-feira, agosto 18, 2005

O dia acordou.
Levantou-se na ponta dos pés
e viu o mundo
ainda deitado com os sonhos
e encantações da noite.

Subiu aos montes,
deslizou pelas colinas
e escorreu para a cidade
apressado.

Apagou os candeeiros das ruas
esganou
sombras escondidas nos pátios e nas esquinas,
e depois de repartir pelos humanos
angústias e problemas
encarregou-os de o levar até ao fim.

Depois deu pela minha ausência
(estava ainda no meio do sonho
a negociar uma felicidade),
abriu a minha janela fechada
e com todo o seu peso caiu sobre mim
interrompendo as negociações.

Kiki Dimoulá

Image hosted by Photobucket.com

2 Comments:

Blogger pedro said...

gosto muito do final atmosférico

18/8/05 02:52  
Blogger lebredoarrozal said...

este poema deslumbrou-me:)

18/8/05 03:10  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home