#b-navbar { display: none; }

quarta-feira, maio 04, 2005

Branca-de-neve despede-se dos sete anões

Prometo escrever-vos, lenços que se perdem no horizonte, risos que empalidecem, rostos que caem sem peso sobre a erva húmida, onde as aranhas tecem agora as suas teias azuis. Na casa do bosque estalam, de noite, as velhas madeiras, o vento agita coçados cortinados, entra apenas a lua através das gretas. Os espelhos silenciosos, agora, que grotescos!, envenenados pentes, maçãs, malefícios, que cheiro a lugar fechado!, agora, que grotescos!. Terei saudades vossas, nunca vos esquecerei. Lenços que se perdem no horizonte. Ao longe ouvem-se pancadas secas, uma após outra as árvores sucumbem. Está à venda o jardim das cerejeiras.

Leopoldo María Panero


Image hosted by Photobucket.com

8 Comments:

Blogger eLiTa said...

¡Cómo me gustaría poder entender el portugués!
¿No te gustaría poner algo en español? :D
Me facilitarías un poco, pero no sería lo mismo.
Los idiomas son unas grandes limitaciones... y ahora las estoy sufriendo.

Besos y suerte.

4/5/05 03:58  
Blogger lebredoarrozal said...

ele é espanhol
aqui fica o original

Blancanieves se despide de los siete enanos

Prometo escribiros, pañuelos que se pierden en el horizonte, risas que palidecen, rostros que caen sin peso sobre la hierba húmeda, donde las arañas tejen ahora sus azules telas. En la casa del bosque crujen, de noche, las viejas maderas, el viento agita raídos cortinajes, entra sólo la luna a través de las grietas. Los espejos silenciosos, ahora, qué grotescos, envenenados peines, manzanas, maleficios, qué olor a cerrado, ahora, qué grotescos. Os echaré de menos, nunca os olvidaré. Pañuelos que se pierden en el horizonte. A lo lejos se oyen golpes secos, uno tras otro los árboles se derrumban. Está en venta el jardín de los cerezos.

4/5/05 04:20  
Blogger pedro said...

é um texto muito porreiro. é uma benção, no meio da cultura acelerada que temos, haver autores que conseguem este tipo de prosa mais curta, mais centrada numa emoção e que, sem grandes derivações, enchem de significado meia dúzia de linhas. como as lyrics das músicas rock.

(não se trata de uma questão de economia; falo da propriedade de ser contido)

gostei muito do texto. retiraste-o de um livro? é um excerto ou é a "obra completa"

4/5/05 13:37  
Blogger lebredoarrozal said...

encontrei-o numa "inimigo rumor", e bateu como uma estalada.

4/5/05 14:59  
Blogger pedro said...

é a primeira frase que é muito forte: "prometo escrever-vos". lê-se o texto para perceber a promessa; uma espécie de expectativa

4/5/05 16:05  
Blogger pedro said...

"espécie de expectativa" é linguagem técnica. leia-se "esperança"

4/5/05 16:28  
Anonymous lebredoarrozal said...

sim:) percebo perfeitamente o que dizes:)

5/5/05 01:29  
Anonymous maquineta said...

e quem é esta menina tão linda hein??

5/5/05 23:12  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home