#b-navbar { display: none; }

quinta-feira, janeiro 13, 2005

Os Girassóis


Às vezes ouves-me chorar
não é fácil deixar a tua mão
De quarto em quarto
quem espera
o terror de não haver ninguém
As paisagens alteram-se sem resolução
narrativas imortais desaparecem
e os girassóis assim
vulneráveis a desconhecidas ordens

Tu estás tão perto
mas sofro tanto
porque não vejo
como possa falar de ti
entre dois ou três séculos

José Tolentino Mendonça



0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home