#b-navbar { display: none; }

sexta-feira, setembro 03, 2004

Hoje ao ler um poema do João do Nascimento, fiquei com esta frase a martelar-me a cabeça

(…) e é naquele café onde paro todos os dias, e de onde me conhecem, onde se ao acordar não souber de mim me encontro.(…)




0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home