#b-navbar { display: none; }

segunda-feira, setembro 27, 2004

Enviaram-me esta delícia por mail

Poeta

Poeta: uma criança em face do papel.
Poema: os jogos inocentes,
invenções de menino aborrecido e só.
A pena joga com palavras ocas,
atira-as ao ar a ver se ganha o jogo;
os dados caem: são o poema. Ganhou.


ADOLFO CASAIS MONTEIRO


0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home