#b-navbar { display: none; }

quarta-feira, dezembro 28, 2016

Sejamos sinceros: nunca vos passou pela cabeça quererem ver-se viver. Esperam viver para vocês, e fazem bem, sem pensarem naquilo que, entretanto, possam ser para os outros; não porque a opinião alheia não vos interesse para nada, porque vos interessa e muito; mas porque vivem na ilusão tranquila de que os outros, de fora, devem ter de vocês a imagem que vocês têm de vocês próprios.
E se depois alguém vos faz notar que o vosso nariz descai um nadinha para a direita... não?, que ontem disseram uma mentira... nem assim?



Luigi Pirandello


Photobucket - Video and Image Hosting

quarta-feira, dezembro 21, 2016

A imobilidade era o seu domínio.
Durante todo o tempo
não dera um passo
não esboçara um único movimento.
Alguns animais selvagens são
assim perante a morte
e o perigo.






João Miguel Fernandes Jorge



 photo tihi_1.jpg

sexta-feira, dezembro 09, 2016

tínhamos os olhos muito abertos.
queimávamos madrugadas de fio a pavio
e as aves desmanteladas que te dava para consertares
conheciam sempre finais felizes.

foram noites gigantes
a olhar pelo buraco da agulha
e a imaginar que do outro lado chegavam as mãos
e as bocas e os peitos.

ocupámos a casa inteira
e suturámos lentamente o coração.

agora estou dentro do sono.
um barco encalhado assinala esta tragédia
e já não sei como convocar os ventos e as marés.
as noites passam lentas e perseguem-me
como animais ainda por nomear.



Leonor Castro Nunes



 photo martinefougereau.jpg

quarta-feira, dezembro 07, 2016

A minha memória não é uma fonte de sofrimento. Certas partes são como uma loja de penhores, outras como um aquário, outras como uma despensa. Julgo que há um sítio onde a memória se distorce como as imagens nos espelhos de feira e é essa a área que mais me interessa.




Tom Waits


 photo tom waits.jpg

quinta-feira, dezembro 01, 2016

Hoje o que nos convém
é uma certa escuridão
inventada de raiz.

Talvez seja o nosso prémio,
a meio do caminho, depois
de tantos sobressaltos.

Deixamos entrar no quarto
as mais modestas canções:
Quem de dentro de si não sai
vai morrer sem amar ninguém.

Antes uma ameaça, agora
uma simples explicação.





Rui Pires Cabral



 photo annettepehrsson_1.jpg